SAP S/4 HANA

SAP S/4 HANA

SAP S/4 HANA

News

SAP S/4 HANA

20/09/2017

A T-Systems apresenta seu mais recente produto: o S/4 HANA, um ERP de gestão empresarial. Mas você sabe o que isso significa?
Então vamos lá: ERP é a abreviatura do termo em inglês Enterprise Resource Planning ou, em português, Planejamento dos Recursos da Empresa. Como o próprio nome diz, tal produto é um software de gestão integrada que centraliza todos os dados e processos corporativos em um único sistema, gerando mais visibilidade dos mesmos e, assim, elevando o poder de tomada de decisão.
Porém, as versões tradicionais desse tipo de software não acompanham a necessidade de gerar respostas imediatas às demandas do mercado, acarretando em perdas significativas de tempo, dinheiro e produtividade. Isso ocorre porque, na maioria das vezes, o ERP administra processos alocados em diferentes sistemas legados, o que resulta em um alto volume de dados assimétricos e redundantes. Por meio do ERP, estes são convertidos em relatórios para que os chamados decision makers (tomadores de decisão) possam realizar uma análise operacional dos seus respectivos departamentos. No entanto, tal conversão se dá de forma lenta, visto que todas as informações são recebidas diretamente pelo disco rígido (HD), o qual apresenta capacidade de processamento e nível de velocidade muito baixos.
Para tornar o entendimento ainda mais fácil, vamos ao seguinte exemplo: um mesmo nome pode aparecer inúmeras vezes em diferentes tabelas, tornando-se repetitivo e ocupando um espaço desnecessário. Agora imagine a situação: uma empresa possui mil funcionários e os cadastra em diversas interfaces. Ao solicitar um determinado relatório, o sistema gera uma tabela para cada uma delas, o que produz um alto volume de documentos com informações bastante semelhantes. Desta forma, dependendo da quantidade de dados e processamentos, a plataforma passa a apresentar lentidão. Este cenário é conhecido como SAP ERP, ou ECC tradicional (sem HANA).
A evolução deste sistema aconteceu com o surgimento do SAP ERP com Business Warehouse (BW) on HANA, ou ECC 6.0. Para entender o que mudou, é preciso saber a origem do nome: o BW diz respeito a uma aplicação que provê relatórios flexíveis e ferramentas de análise de dados para a área de Business Intelligence. Quanto ao HANA, tal plataforma se caracteriza pela mudança de processamento de informações do HD para a memória (in memory), o que gera mais agilidade durante esta etapa. Isso acontece devido à capacidade de leitura da memória, que é superior à do seu antecessor. Dando continuidade às plataformas SAP, surgiu o chamado Business Suite on HANA, que inclui outras bases de dados na tecnologia HANA, como o próprio SAP e seus produtos, aumentando ainda mais a performance do ERP.
Finalmente, foi lançado o SAP S/4 HANA, uma versão moderna do Business Suite que oferece maior flexibilidade e eficiência na tomada de decisões, tornando-a imediata. Com a implementação deste produto da SAP, os usuários são capazes de gerar os tais relatórios analíticos em tempo real, além de ter uma interface amigável graças às telas do SAP Fiori (a ser explorado no próximo texto). Assim, as empresas passam a trabalhar de forma mais estratégica e menos operacional, acompanhando a velocidade de resposta que o mercado necessita.
Tamanha agilidade se deve ao fato de não existirem os já mencionados dados redundantes, como informações replicadas em mais de uma tabela. Com o S/4 HANA, essas várias tabelas são simplificadas para garantir que a máquina leia menos informações e, consequentemente, produza relatórios em tempo real. Desta forma, o processamento é feito instantaneamente.
Em suma, o S/4 HANA gera prontidão no exercício das atividades corporativas, visto que previsões e simulações são realizadas em poucos minutos – ou até segundos – graças aos atalhos disponibilizados nas novas telas. Assim, é possível analisar quaisquer níveis de dados sem a necessidade de exportá-los para outro banco. Uma das principais áreas que se beneficiam com a implementação do S/4 é a financeira, cuja operação fica centralizada dentro de um único sistema, sendo possível realizar o planejamento contábil em apenas um dia, visto que os rateios são automatizados e os relatórios são preditivos.
Se você ainda não tem o S/4 HANA, prepare-se! O suporte de manutenção ao SAP ECC 6.0 vai somente até 2025, ou seja, quem ainda possui esse sistema terá que se atentar ao prazo de migração para a nova geração. Afinal de contas, a mudança para o S/4 HANA demanda tempo de planejamento para definição da estratégia e avaliação de diversos fatores envolvidos neste processo.
Atualmente, a SAP não disponibiliza mais as versões antigas, mas somente o S/4 HANA. Este é implementado pelo time Magenta, que conquistou recentemente a certificação do Programa SAP S/4 HANA Demo21, processo no qual a T-Systems é reconhecida pelo uso e conhecimento de melhores práticas SAP ao desenvolver um ambiente S/4 HANA em 21 horas. Tal certificação é realizada a cada nova atualização do sistema, o que garante a qualidade dos serviços prestados. Além disso, a T-Systems apresenta metodologia SAP e oferece opções de migração ou implementação do sistema desde a estaca zero, cabendo ao cliente escolher o melhor caminho para a adoção do S/4 HANA. Não à toa, a equipe Magenta é a melhor escolha para empresas que desejam estar sempre à frente no mercado com projetos de qualidade. Estes são implementados conforme planejado e acordado entre cliente e fornecedor!