T-Systems-Claim-Logo
Pesquisar
Desenho abstrato de um carro em movimento com motion blur, swooshes e zeros e uns em branco magenta.

T-Systems e Mercedes-Benz do Brasil criam app inovador

Solução com recursos de monitoramento e gamificação é desenvolvida de acordo com os feedbacks dos próprios clientes

Não é de hoje que a Mercedes-Benz do Brasil vem investindo em serviços de alta tecnologia para melhorar a performance de motoristas e, consequentemente, os resultados dos negócios dos frotistas. Prova disso é a telemetria Fleetboard, ferramenta de gestão que produz relatórios completos sobre o consumo de combustível, distância percorrida, dificuldade do trajeto e outras condições relacionadas aos veículos cadastrados.

Logo Mercedes Benz

Em outras palavras, o Fleetboard é uma solução para monitoramento e avaliação de desempenho que ajuda na redução dos custos operacionais e dos riscos de acidentes aos quais os veículos estão suscetíveis. Para agregar ainda mais valor à ferramenta, a Mercedes-Benz desenvolveu ao lado da T-Systems uma outra solução que também visa monitorar o nível de atuação e aproveitamento do motorista: o aplicativo Liga na Estrada.

A solução

O Liga na Estrada surgiu de uma demanda do mercado, cujo principal objetivo é diminuir o consumo de combustível, prolongar a vida útil dos componentes e evitar acidentes dos caminhões. Para isso, é necessário primeiro ter consciência da quantidade consumida, razão pela qual o aplicativo possui um recurso de monitoramento capaz de gerar este dado com exatidão ao mesmo tempo que avalia o comportamento dos motoristas em atividade.

Em suma, o Liga na Estrada unifica as informações obtidas e as envia diretamente para o motorista por meio do próprio aplicativo, garantindo que ele tenha conhecimento sobre sua performance e os pontos que podem ser melhorados.

Além de atuar com o Fleetboard, o Liga na Estrada foi inserido no programa de intraempreendedorismo da Mercedes-Benz do Brasil, a Incubadora, com o objetivo de incentivar os colaboradores da empresa a pensarem em novas ideias e soluções para otimizar processos internos e aplicá-las em um modelo de startup com uso de metodologia ágil, resolvendo problemas existentes e identificando oportunidades por meio da inovação.

Segundo Isis Fioretti, Account Manager da T-Systems para a Mercedes-Benz do Brasil, a metodologia ágil defende um tipo de abordagem que não se resume em criar uma determinada solução para resolver problemas específicos, mas que em primeiro lugar ouve a dor do usuário final para entender o que de fato entrega valor. Para Isis, o foco está na dor.

Trabalhar no desenvolvimento de um app que tem muito valor agregado com a metodologia ágil trouxe para a T-Systems um crescimento e trocas muito valiosas com a Mercedes-Benz.

Isis Fioretti, Account Manager da T-Systems para a Mercedes-Benz do Brasil
 

Tanto o aplicativo Liga na Estrada quanto o programa Incubadora reforçam o comprometimento da Mercedes-Benz com a tecnologia e a digitalização para facilitar o dia a dia do motorista e garantir ainda mais qualidade ao serviço prestado pela frota.

Gamificação

Não bastassem os recursos de monitoramento para geração de relatórios precisos, o Liga na Estrada ainda apresenta uma funcionalidade de gamificação na qual os motoristas e seus gestores podem criar grupos de competição dentro do próprio aplicativo, motivando todos os usuários por meio da competição.

Em meio a tantos elogios por parte daqueles que se aventuraram no “jogo”, houve uma crítica construtiva (ou mesmo um pedido) dos clientes que participaram do piloto: para eles, o único ponto a ser considerado era a inclusão dos motoristas que até então não tinham acesso ao app e que também gostariam de participar, tamanha a aderência e interesse pela dinâmica da ferramenta.

No final das contas, o motorista mais consulta do que coloca informações no aplicativo, fazendo uso constante da ferramenta para ser o melhor da competição e atingir um bom desempenho. Portanto, a empolgação gerada com a gamificação causa um grande interesse do motorista em fazer bom uso da solução e se atentar às métricas obtidas durante o trajeto, melhorando sua performance no que diz respeito ao consumo consciente de combustível (um dos itens prioritários de empresas e pessoas) e à redução de acidentes e de custos de manutenção. Se o motorista dirige melhor, o caminhão precisa de menos reparos emergenciais.

Em outras palavras, a gamificação foi um dos principais atrativos do aplicativo, pois gerou altos níveis de interação e engajamento para os motoristas, que mostraram bastante entusiasmo com o campeonato e, consequentemente, um verdadeiro interesse em utilizar a ferramenta de forma correta e constante – afinal de contas, eles deixaram de ser meros usuários para serem jogadores. E jogos com placar, pontuação, ranking e recompensa são sempre grandes motivadores.

A voz do cliente

O processo de elaboração do Liga na Estrada envolveu modelos de Sprints e, a cada entrega, os participantes do projeto já validavam os resultados com os clientes para fazer todas as mudanças necessárias e tornar o aplicativo realmente aderente à proposta. Sem sombra de dúvidas, o fato de ir até o cliente enquanto o projeto está sendo construído é fundamental para entender as dores do usuário final e garantir uma experiência positiva.

Tal iniciativa colocou em prática o grande lema deste projeto, que é também o compromisso da Mercedes-Benz do Brasil: “As estradas falam e a Mercedes-Benz ouve cada voz”. Segundo Isis Fioretti, “o time de desenvolvimento abraçou a causa e tratou o projeto como se fosse um filho”.

Assim, houve um movimento – tanto da T-Systems quanto da Mercedes-Benz – para ouvir o cliente e entender todas as suas necessidades, que foram devidamente discutidas também com as equipes de TI, presentes nas reuniões de planejamento estratégico do aplicativo para participar ativamente deste processo. O diálogo com o cliente foi indispensável para evitar um possível “telefone sem fio” com conflito de informações que comprometesse o desenvolvimento do app.

Com isso, os times da Mercedes-Benz e da T-Systems receberam um feedback com os pontos de melhoria a serem considerados durante esta etapa inicial de uso da solução, agindo previamente para que todos os pontos possíveis fossem mapeados durante as Sprints e reduzindo retrabalhos e grandes modificações após o lançamento.

A gente tem que entender o cliente e construir a solução em função da dor dele.

Luciano Abrahao, Gerente de Desenvolvimento de Soluções Digitais da Mercedes-Benz do Brasil

Além dos atributos de gamificação, o aplicativo ainda foi elogiado por sua enorme praticidade durante o processo de análise de desempenho, pois a plataforma tem acesso direto ao motorista e dispensa qualquer ação por parte do gerente, que antes precisava imprimir diversos relatórios e mostrá-los a todo momento para os seus funcionários.

Desafio

A ideia de desenvolver o aplicativo partiu de uma necessidade real de quem vivia o dia a dia das atividades das frotas, fosse dentro ou fora da estrada. Portanto, a criação do Liga na Estrada não foi uma exigência do Board ou de outros membros da liderança da Mercedes-Benz, mas das próprias pessoas que trabalhavam em campo na operação diretamente com o cliente.

Além da comunicação estabelecida com os clientes, as próprias empresas tiveram o cuidado de criar um diálogo aberto entre si para trabalhar devidamente alinhadas e, assim, obter os feedbacks positivos que marcaram o êxito do projeto ainda no início, como destaca Priscila Protásio, porta-voz do Liga na Estrada para a Mercedes-Benz:
 

Houve uma interação muito produtiva entre todas as áreas da Mercedes-Benz e da T-Systems que foi essencial para o sucesso do projeto.

Priscila Protásio, Analista de Vendas da Mercedes-Benz do Brasil

O projeto precisou de muita robustez durante sua fase de desenvolvimento para atender às expectativas – dos times e dos usuários – e mostrar que a Mercedes-Benz do Brasil está realmente preparada para a jornada de transformação digital, com um parceiro de 20 anos que respira inovação e disrupção.

A Mercedes-Benz é uma empresa estruturada de manufatura e industrialização, então o grande desafio nos times foi sincronizar o processo de manufatura em um processo de produção digital.

Ivan Martinez, Analista de Sistemas da Mercedes-Benz do Brasil

Próximos passos

Atualmente, há cerca de 215 motoristas utilizando o aplicativo – lembrando que o projeto ainda está em sua fase inicial, então a ideia é que este número cresça em breve. As equipes da Mercedes-Benz e T-Systems já estudam uma segunda etapa na qual farão uma divulgação mais intensa do aplicativo para incentivar outros motoristas e gestores a utilizarem a plataforma, que certamente estará ainda mais completa e amigável com o processo de melhoria contínua. O aplicativo foi tão bem aceito pelo público que os gerentes pediram acesso não somente à avaliação geral de seus motoristas, mas também à sua performance individual.

Além de apresentar um sistema com funções importantes para o cliente, o aplicativo também garante a proteção de dados (Vehicle Cyber Security), que ocorre por meio da abordagem de Data Protection e é completamente adequada à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), protegendo as informações da forma correta para evitar qualquer tipo de equívoco.

Sobre a Mercedes-Benz

Presente no País há 65 anos, a Mercedes-Benz do Brasil é a maior fabricante e exportadora de caminhões e ônibus da América Latina. É também líder no desenvolvimento de tecnologias para o transporte de cargas e de passageiros.

A Empresa possui unidades de produção de caminhões, chassis de ônibus e agregados em São Bernardo do Campo (SP) e de cabinas de caminhões em Juiz de Fora (MG), além da unidade de Peças e Serviços ao Cliente, Logística de Peças e Global Training em Campinas (SP).

Em 2018, a Companhia inaugurou a primeira linha de caminhões no conceito 4.0 do País e lançou seu Campo de Provas, o maior do hemisfério Sul para veículos comerciais. Em 2019, em segunda fase da Indústria 4.0, a Empresa iniciou as operações em uma nova linha de cabinas e lançou o Novo Actros, caminhão mais inteligente, conectado, eficiente e seguro do País. Em 2020, foi a vez de inaugurar a fábrica 4.0 de chassis de ônibus. Dando continuidade aos investimentos no Brasil, a Empresa está implementando aporte de R$ 2,4 bilhões entre 2018 e 2022.

A parceria entre a Mercedes-Benz e a T-Systems começou em 2001 e se expandiu quatro anos depois com a assinatura de um contrato global. Atualmente, a T-Systems é responsável pelo desenvolvimento de sistemas de tecnologia da Mercedes-Benz, reforçando sua expertise dentro do setor automotivo. Com 20 anos de relacionamento, a Mercedes-Benz e a T-Systems continuam trabalhando juntas em projetos promissores, incluindo a implementação do aplicativo Liga na Estrada.

Estamos ansiosos pelo seu projeto!

É um prazer disponibilizar os especialistas adequados para você e responder às suas dúvidas sobre o planejamento, implementação e manutenção dos seus planos de digitalização. Entre em contato conosco!

Do you visit t-systems.com outside of Brazil? Visit the local website for more information and offers for your country.