Company profile of T-Systems International GmbH, one of the leading ICT specialists headquartered in Frankfurt/Main
Empresa

O perfil corporativo da T-Systems

Com presença em mais de 20 países, 46 mil funcionários e faturamento de € 8,2 bilhões (2015), a T-Systems é uma das maiores empresas provedoras de serviços em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do mundo.
A T-Systems oferece toda uma gama de soluções integradas para negócios, incluindo a operação segura de sistemas de legado e serviços clássicos de TIC, além de sua transformação para serviços com base em cloud computing (incluindo plataforma, software e infraestrutura sob medida) bem como novos modelos de negócio e projetos inovadores para a indústria do futuro, como análise de dados, a Internet Das Coisas, comunicação machine-to-machine (M2M) e internet das coisas.
A empresa pode oferecer tudo isso graças ao seu alcance global em redes fixas e comunicações móveis, seus data centers altamente seguros, um amplo ecossistema de cloud – construído em plataformas padronizadas e parcerias globais, e a capacidade de trazer os mais altos níveis de segurança.

O MAIS AMPLO AMBIENTE EM CLOUD

A computação em nuvem vem ganhando cada vez mais aprovação frente à operação clássica de TI. A T-Systems traz à mesa cerca de 20 anos de experiência em outsourcing, integração de sistemas, bem como o planejamento, implementação e operação de sistemas de TI e redes. Junto de outros 90 parceiros – incluindo líderes do setor, como Avaya, Cisco, Huawei, Informatica, Microsoft, Salesforce e VMware – a T-Systems oferece a seus clientes todos os diferentes modelos de cloud, desde nuvens privadas e criadas sob medida e nuvens públicas de baixo custo até as clouds híbridas. Se for o desejo do cliente, cada uma dessas variações pode ser localizada nos data centers de altíssima segurança da empresa na Alemanha, que operam conforme os padrões rígidos de privacidade de dados da Europa. Clientes podem escolher a sua, individualmente escalável, estrutura, plataforma, software e integração em cloud “como serviço”.
A maioria dos produtos em cloud da T-Systems está disponível pela “House of Clouds”, o apelido dado ao data center de alto desempenho da empresa em Biere, próximo à cidade alemã de Magdeburg. Biere possui o único data center no mundo onde todas as grandes provedoras de cloud se encontram lado a lado. Os benefícios disso para os clientes são claríssimos. Primeiro, esse hub de dados oferece processamento e análises mais rápidos. Segundo, eles podem usar o local para transferir enormes volumes de dados dentro de um mesmo sistema. Terceiro, a T-Systems já está trabalhando junto de seus clientes para que eles possam, logo menos, transferir quantidades massivas de dados entre sistemas diferentes. O data center em Biere entrega aos clientes um serviço de “nuvem de alta densidade”. Biere – considerado o “Fort Knox” dos data centers – transformou-se no principal hub europeu de dados, atraindo mais e mais clientes – e também parceiros. É por isso que a T-Systems deve começar, ainda e 2016, o seu projeto de expansão (Biere 2); uma vez finalizado, a capacidade do data center vai mais que dobrar.

O mais novo “morador” de Biere é a Open Telekom Cloud (OTC), o mais recente produto do grupo Deutsche Telekom na oferta de uma cloud pública, a qual foi desenvolvida em parceria com sua parceira tecnológica, a Huawei. A OTC oferece componentes e recursos como servidores, poder de computação, capacidade em rede, arquivamento e sistemas de backup além de outros serviços. A TÜV Austria Deutschland, uma provedora de serviços técnicos, premiou a OTC com duas certificações pelo seu sistema de gerenciamento de segurança, confirmando que ela opera conforme os mais altos padrões de qualidade. Apesar de cerca de dois terços das aplicações clássicas já poderem ser migradas para a nuvem, apenas algumas poucas empresas desenvolveram, até agora, estratégias e abordagens correspondentes a isso. Cerca de 4 mil experts em integração da T-Systems são capazes de transferir complexos ambientes de aplicações para um sistema de TI inovador e integrado.
Com a sua ampla experiência na computação em nuvem, a T-Systems conquistou a confiança de inúmeras e renomadas empresas nos últimos anos. Grandes corporações como Shell, Daimler, o serviço postal nacional da Espanha – Correos -, e provedores de serviços financeiros como Union Investment contam com a expertise da pioneira do cloud computing, contratando as soluções em rede da T-Systems, bem como suas capacidades em storage e processamento via internet. A gigante do aço, ThyssenKrupp, confia na inteligência em cloud da T-Systems, e atualmente terceiriza suas posições de trabalho em desktops na Telekom Cloud por meio da solução Dynamic Workplace.

Onde a TI clássica e a de ponta se encontram

A digitalização, atualmente, o tópico nº1 do mundo dos Negócios, não costuma acontecer em uma tela branca: clientes de diversos ramos possuem complexos sistemas legado instalados, como aplicações, computadores, servidores e redes. A T-Systems consegue operar esses sistemas de maneira segura, estável e eficiente. Mas os negócios clássicos em TI também estão mudando conforme o tempo passa.
A T-Systems agora dá aos clientes a opção de terminarem seus contratos apenas três meses após completer a migração, caso eles não estejam satisfeitos com o desempenho acordado. Este – que é o primeiro modelo contratual a substituir períodos longos de carência e modelos antiquados de outsourcing por serviços dinâmicos da SAP e SAP HANA, é chamado de “Run on Satisfaction”. A T-Systems quer continuar por este caminho, oferecendo a seus clientes modelos flexíveis e inovadores de negócio.

Redes de alta performance para empresas

O grupo Deutsche Telekom está constantemente refinando sua estrutura de alto desempenho e investindo bilhões de euros para este fim a todo ano. O Protocolo de Internet (IP) está cada vez mais tornando-se a base técnica. Redes da Próxima Geração (NGN - Next-generation networks) e redes all-IP tonam possível para empresas oferecerem seus serviços e aplicações por meio da internet, graças a novos modelos de negócio. A estratégia de rede integrada é baseada na convergência fixo-móvel, no desenvolvimento da conexão 5G e na rede pan-Europeia (Pan-Net).

Avanços no desenvolvimento do padrão 5G significam que o Deutsche Telekom foi recentemente capaz de reduzir ainda mais a latência, para um milésimo de segundo, uma exigência comum das aplicações em tempo real, tais como automóveis com piloto automático, procedimentos médicos remotos e até mesmo jogos de alta performance.
O portfolio de telecomunicações da T-Systems divide-se em diversas áreas: conectividade e acesso à rede, redes corporativas e comunicações para o usuário final. Isso inclui serviços de acesso para redes móveis e fixas de alto desempenho e também redes corporativas de alta segurança (LANs e WANs) baseadas em tecnologia VPN e incluindo operações, manutenção e atualizações. A T-Systems também oferece serviços de comunicação como por exemplo a Unified Communications, sistemas VoIP e de videoconferência na base da rede pública e privada. Por anos, o grupo Deutsche Telekom e suas redes tiraram as notas mais altas dos testes por cobertura de sinal, qualidade de voz e velocidade na transmissão de dados.

Alianças de rede internacionais

A T-Systems trabalha em conjunto com operadoras de rede por todo o planeta. Em 2016, a empresa, junto de seus parceiros globais, fundou uma nova marca, chamada “ngena”, que significa Next Generation Enterprise Network Alliance (“Aliança Da Nova Geração De Redes Empresariais”). Ainda em sua fase de estabelecimento, essa aliança para redes fixas oferecerá serviços seguros, de alto padrão, para clientes com negócios internacionais a partir de 2017. A ideia por trás disso é a de que provedores locais fortes compartilhem suas redes com todos os outros membros. Cada parceiro investirá em sua própria rede, mas todos tirarão benefícios da soma de todas as outras. Ainda que cada parceiro sirva ao seu mercado local, a aliança permitirá que os clientes desse parceiro se aproveitem de redes internacionais. Tal qual a nuvem, a ngena cria uma plataforma técnica para todos os parceiros participantes.
A T-Systems também está se globalizando no que tange a redes móveis. Por meio da Freemove (Europa), Bridge Alliance (Ásia) e a T-Mobile US, a empresa pode oferecer aos seus clientes uma cobertura móvel confiável em 100 países de todo o mundo – dando a todos a melhor conexão 4G possível.

Combatendo cibercriminosos

A computação em nuvem, as soluções móveis e o big data trazem desafios totalmente novos para a segurança em TI. Mais além, ciberataques a redes corporativas e sistemas de TI estão ficando cada vez mais sofisticados, tornando-se uma enorme ameaça à economia. A privacidade e a segurança de dados são critérios cruciais para o sucesso em todos os desenvolvimentos técnicos. É por essa razão que o Deutsche Telekom criou a nova unidade de negócio, chamada de Telekom Security, concentrando todas as atividades de segurança da empresa e canalizando a experiência de mais de mil experts do assunto. O grupo está fazendo tudo que está a seu poder para proteger seus próprios sistemas e redes de TI – bem como todos os dados de seus clientes e parceiros – de ataques vindos da internet, a fim de desenvolver novas soluções em segurança para seus consumidores e continuamente adaptá-los a novos padrões.

Digitalizando a economia

Fundada em 2015, a Divisão Digital da T-Systems reúne toda a expertise da companhia na digitalização em uma única unidade de negócios. Seu foco é refinar soluções digitais inovadores, que auxiliem a empresa a otimizar seu desenvolvimento, produção e processos junto a clientes. As soluções em questão incluem aplicações para analisar enormes volumes de dados em tempo real (data analytics), soluções que conectem diversos objetos (Internet das Coisas) e máquinas (M2M), aplicações específicas para determinadas indústrias, como o Connected Car e o sistema conectado de saúde (e-health).
Data analytics, ou seja, a análise de dados de uma máquina e/ou dispositivo, é uma das principais competências da transformação digital. A crescente integração de máquinas e dispositivos em rede está criando uma explosão no volume de dados a serem processados. A T-Systems oferece a capacidade de computação para processor esses dados na nuvem, analisar conforme necessário, e torna-los disponíveis para os clientes de acordo com suas mais específicas demandas. As análises são baseadas em tecnologias como SAP HANA e Hadoop.
A qualquer momento onde dados sobre os status de máquinas e dispositivos estiverem disponíveis em grandes volumes e em tempo real, as empresas podem usá-los para manutenções preventivas. Isso envolve a instalação de sensores nestas máquinas e dispositivos, os quais irão, continuamente, a coletar e gravar dados dos status de componentes individuais. Os dados são enviados por meio da rede móvel para um programa central e inteligente para ser analisado e processado em tempo real. Essas análises podem reconhecer danos iminentes ou defeitos em veículos ou máquinas antes que eles levem à inoperância. A manutenção preventive pode reduzir os custos em até 50%.

Direção autônoma e conectada

A T-Systems também está ensinando veículos a se comunicarem, por meio de sensores e a criação de redes inteligentes. Transformar o sonho dos veículos autônomos em uma realidade exige, para começar, mapas em alta resolução. Mais importante, isso envolve a coleta, a reunião e o processamento dados diversificados coletados pelos sensores, além de informações de ambiente em tempo real. É aqui que a plataforma Connected Car da T-Systems entra. Ela abrange todos os componentes necessários para assegurar que a rede global de automóveis de diferentes fabricantes atue junto de fornecedores de estrutura e serviços. Grandes montadoras como BMW e Daimler já fazem uso das soluções da T-Systems Connected Car.
Sob a tutela do Innovation Charter for the Digital Motorway Test Bed, um grupo de organizações na Alemanha – especificamente, Deutsche Telekom, Continental, o Instituto Fraunhofer ESK de Sistemas Embarcados e Tecnologias da Comunicação e a Nokia Networks – estão sendo realizados testes em tempo real de comunicação entre veículos automotores e a conexão em rede LTE. Veículos trafegando na via podem trocar informações sobre perigos e obstáculos muito rapidamente, com a transmissão de dados ocorrendo em questão de milésimos de segundo. Essa tecnologia permite o desenvolvimento de aplicações que gerem interface com a parte eletrônica dos veículos, tornando o ato de dirigir mais seguro e mais confortável.
A conexão móvel mais rápida do mundo entrará em uso em 2016, quando a T-Systems equipar o sistema BMW ConnectedDrive com o padrão LTE, atingindo velocidades de até 300 megabits per second (MBit/s). O grupo Deutsche Telekom vai prover a montadora bávara com uma rede móvel altamente gerenciável e um serviço uniformizado em 60 países. A BMW também ganhará uma avaliação complete da disponibilidade da rede móvel em cada país.