T-Systems-Claim-Logo
Pesquisar
T-Cube

Mapeamento de workload para cloud migration

Como o Design Thinking pode ser utilizado para mapear cargas de trabalho para cloud migration

Habilitar o ambiente de TI para a nuvem pública é uma tendência com inúmeros benefícios já comprovados. Porém, uma transformação de tamanho impacto pode gerar muitas incertezas nas empresas que desejam realizá-la.

Com uma abordagem personalizada, a T-Systems consegue olhar para cada detalhe da operação de seus clientes para desenhar as soluções mais adequadas e vantajosas, tanto operacional quanto financeiramente. Todo o trabalho é feito com total transparência, segurança e acompanhamento do cliente.

Design Thinking

Exemplo de cargas de trabalho

Exemplo de cargas de trabalho

Uma das metodologias utilizadas para iniciar a jornada e mitigar as dúvidas nesta fase é o Design Thinking. Veja como funciona:

O cliente é convidado a compartilhar com a T-Systems as suas cargas de trabalho e a localização delas (ex.: datacenter próprio, alguma nuvem ou outro local de hospedagem). Este é o embrião do trabalho, e já nesta etapa são colhidos os primeiros frutos, como tomar ciência de ambientes que nem todo o time tem a visão ao mesmo tempo.

Exemplo de matriz de classificação de cargas por Criticidade e Escalabilidade

Exemplo de matriz de classificação de cargas por Criticidade e Escalabilidade

Em seguida, essas cargas são classificadas de acordo com uma matriz de Escalabilidade X Criticidade, e são identificadas as mais importantes para o negócio. Assim é gerado o primeiro parâmetro de classificação.

Classificação de complexidade Cynefin

Exemplo de Cynefin

Exemplo de Cynefin

Após essa atividade, os especialistas da T-Systems assumem o controle e já organizam as cargas em dois painéis, de acordo com a complexidade técnica:

dados fictícios

Obs.: dados fictícios

Com a classificação da complexidade finalizada, é feita a classificação dentro dos 6Rs da migração para a nuvem:

Exemplo de PowerBI com os dados levantados com a metodologia de Design Thinking

Exemplo de PowerBI com os dados levantados com a metodologia de Design Thinking

Após a discussão de todos esses parâmetros em detalhes com o cliente, é desenvolvido um painel em PowerBI, que revela os grupos de cargas de trabalho que necessitam de um processo de Cloud Assessment mais detalhado, aqueles que já estão com projetos em andamento sendo discutidos e aqueles que, por algum motivo, não podem ser movidos neste momento.

As simulações e discussões em torno desse painel permitem novas visões, como orçar a migração de determinadas cargas em vez do todo, priorizando aquelas com o menor impacto, e obter rapidamente os ganhos resultantes da transição.

A sua empresa está nesta fase e precisa de um acompanhamento personalizado? Fale conosco e designaremos os melhores especialistas para atender à sua necessidade.

Estamos prontos para o seu projeto!

A T-Systems conta com os especialistas adequados para a sua empresa e está à disposição para responder às suas dúvidas sobre o planejamento, implementação e manutenção dos seus planos de digitalização.

Do you visit t-systems.com outside of Brazil? Visit the local website for more information and offers for your country.