Banner Avatar
Tópico

Security

Soluções de comunicação segura e ambiente virtual de TI pela nuvem

Companies can use solutions from the private cloud and data in the private cloud securely.

As empresas podem usar soluções e dados de uma nuvem privada, completamente em segurança.

  • Práticas de UCC resguardadas em data centers altamente seguros
  • Aplicação das rigorosas leis alemãs de privacidade e proteção de dados
  • A nuvem privada separa dados específicos de clientes
  • Conexão segura via IP-VPN
  • Dados criptografados também na nuvem
Checklist
Quais as questões mais importantes antes de lançar um projeto?
BAIXE AGORA

Segurança reforçada por meio da colaboração social em nuvem privada

Desde o nascimento da computação em nuvem, muitas empresas se mantivera cínicas à nova tecnologia graças à uma ideia: aplicações de nuvem são pouco seguras e dados na nuvem não estão suficientemente protegidos. Para cada três ou quatro empresas que ainda não tenham adotado a nuvem, preocupações quanto à segurança e compliance figuram entre as principais razões que lhes prendem, conforme revelou uma pesquisa publicada pela Associação de Sistemas de Controle e Auditoria (ISACA) e a consulta da PwC em março de 2015. As reservas dessas empresas ressoam especialmente em áreas onde as comunicações e colaborações dos funcionários poderiam ser diretamente impactadas: por exemplo as aplicações com base nas Comunicações Unificadas e Colaboradas (UCC, na sigla em inglês), tais como o Office e similares. Até mesmo ciberataques espetacularmente bem sucedidos em empresas que operem a sua própria TI tiveram pouco ou nenhum impacto nesta percepção até hoje – pelo menos na Alemanha. O pensamento prevalece: “fazer eu mesmo é mais seguro que usar a nuvem”.
"A aplicação mais importante nas nuvens, à 36% é o chamado ‘groupware’, com funções como e-mail, Messenger e organizador pessoal."
Cloud-Monitor 2015, BITKOM

Não há privacidade sem segurança

Por que as pessoas temem vazamentos potencialmente desastrosos de dados? Primeiramente, “privacidade de dados” e “segurança de dados” ainda são agrupados em um só “guarda-chuva”. Apesar de a privacidade dos dados não ser viável sem a segurança deles, ambas são lados opostos de uma moeda. Assim sendo, data centers altamente seguros, protegidos por todo e qualquer meio podem estar localizados em qualquer parte do mundo. Ainda assim, eles ainda estão desprotegidos no aspecto da privacidade de dados. Afinal, onde quer que a legislação local relacionada ao cuidado da informação pessoal seja mais relaxada, os dados processados e armazenados em data centers de ponta ainda não estarão defendidos contra o mau uso – tal qual provou o caso “Edward Snowden”.

Segurança em TI é complexa e cara

Proteger dados contra hackers – e contra o acesso sem autorização e a perda deles de uma forma geral – exige um esforço técnico e profissional de larga escala. Hackers empregam técnicas cada vez mais sofisticadas de invasão em suas tentativas de infiltrarem-se em sistemas de TI de empresas e instituições. Medidas clássicas de defesa como antivirus e proteção por firewalls não são mais suficientes. A segurança em TI eficaz vem se tornando cada vez mais cara e complexa a longo prazo, especialmente para PMEs, que são tão dependentes de seus sistemas quanto grandes empresas. Serviços em nuvem podem oferecer uma importante contribuição para a segurança empresarial, disse Achim Berg, vice presidente da BITKOM (a Associação de TI, Telecomunicações e Novas Mídias da Alemanha) quando apresentou o relatório "Cloud Monitor 2015". "Isso traz à tona a discussão sobre a TI interna ser capaz de proteger a empresa contra o roubo de dados, mais que um fornecedor especializado em cloud”. As pesquisas da ISACA e PwC confirmam: cerca de um quarto dos respondents esperam um nível maior de segurança da informação quando é feito o uso de serviços na nuvem.